No momento não há turmas agendadas para este curso.
Deixe seu email para entrarmos em contato quando houver novas datas.
quero ser informado sobre futuras turmas
Duração Horário Professor (a)
16 horas 08h30min às 17h30min S. G. Oliveira
A fim de tornar o seu plano de desenvolvimento mais completo, o IDEMP criou o Mapa do Conhecimento. Assim você consegue visualizar de forma rápida quais os assuntos relacionados e cursos complementares, permitindo que você entenda com mais facilidade qual o caminho ideal para o desenvolvimento de suas competências. 
Clique aqui e veja onde este curso se encaixa.

 

· As fraudes que têm assombrado a Administração Pública e envolvido gestores desatentos e destreinados ...

·       As principais falhas das Comissões de Licitação  e da fiscalização que facilitam as fraudes ...

·       Apresentação de técnicas de controles preventivos, detectivos, segregações de funções, rodízio de pessoal e seleção de fornecedores ...

·       O que fazer quando do indício da fraude? Como agir?

·       O perfil do fraudador em atividades terceirizadas ... as áreas preferidas!

·       Sindicância: um processo complexo e complicado nas organizações. Quais os cuidados?

Posicionamentos do TCU e CGU


APRESENTAÇÃO

Fraudes constituem permanente preocupação em instituições da área pública e do setor privado. As fraudes tornam-se cada vez mais comuns no cotidiano das organizações públicas e privadas. Seus golpes causam graves prejuízos, além de expor gestores a constrangimentos e a riscos civis e penais. As estimativas e os casos de fraudes no Brasil são surpreendentes e danosos.

Gestões temerárias – em órgãos públicos e em organizações privadas – podem desviar cifras astronômicas. O avançado processo da terceirização impõe uma demanda crescente de cuidados especiais. Os desvios éticos, na forma de corrupção, apresentam-se em excesso aos mais fracos.

Os riscos da fraude tornam imprescindível que os gestores se previnam, conhecendo os sintomas deste grave problema e as formas de combatê-lo. Este é o principal propósito do treinamento ora apresentado.


A QUEM SE DESTINA

Curso dirigido a profissionais de instituições públicas e empresas privadas: Controladores; Tesoureiros e demais profissionais da área financeira; Gerentes de compras; Gerentes e fiscais de contratos; Contadores e demais profissionais da área contábil; Auditores internos e externos; Responsáveis pelas equipes de Segurança Patrimonial e Inteligência Empresarial; Ouvidoria; Profissionais do projeto “Sox”, do Contas a Pagar e demais profissionais direta ou indiretamente ligados à atividade de compra de bens, serviços e obras.


OBJETIVO GERAL

Atualizar os representantes da administração pública e privada quanto ao impacto da fraude, alertando sobre os novos e velhos esquemas que estão assombrando os profissionais – contratantes e contratados - na área de terceirização.


BENEFÍCIO DESTE TREINAMENTO PARA AS ORGANIZAÇÕES

Maximizar a eficácia da auditoria interna, da ouvidoria e dos órgãos de inteligência empresarial, na avaliação das contratações da empresa.


RESULTADOS PARA OS PARTICIPANTES

  • Capacitação para combater fraudadores disfarçados de empregados e de parceiros, minimizando os riscos trabalhistas, previdenciários, tributários, acidentários, civis e penais;
  • Conhecimento de novas técnicas reconhecidamente eficazes para minimizar e detectar fraudes nas licitações e na fiscalização de obras e serviços terceirizados;
  • Habilitação para o gerenciamento adequado de eventuais denúncias, comissões internas de sindicância e o episódio criminal, dentro da ordem legal;
  • Maximização da eficácia da Auditoria interna, da Controladoria, da Ouvidoria e dos Órgãos de inteligência empresarial, na avaliação das contratações da  empresa.
  • Conhecimento das disposições da Lei Lei nº 12.446 (Anticorrupção).

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Riscos Mais Frequentes
    • Compras de materiais.
    • Contratos de Empreitadas.
    • Alimentação.
    • Transportes.
    • Limpeza.
    • Vigilância.                                                                                                               
    • Locações. „
    • Assistência médica e seguro saúde.
    • Tecnologia de Informação (TI).
    • Manutenção: mecânica, caldeiraria, elevadores, pintura industrial e predial.
    • Obras: construção, reforma, recuperação, fabricação e ampliação.
    • Copa, café, áreas verdes e reprografia.
       
  • Outros Riscos Importantes
    • Passagens aéreas
    • Mão de obra temporária.
    • Contrato por prazo determinado.
    • Reembolso postal.
    • Pintura Industrial.
    • Energia elétrica.
    • Utilidades industriais.
    • Carga e força: empilhadeira e guindastes.

 

  • Os Meios de Prevenção
    • Auditoria contínua – Técnicas para implantação.
    • Técnicas para implantação de auditoria efetuada pelos próprios colaboradores. 
    • Controles internos imprescindíveis, Cadastramento, formação de preços, Licitação, Redação contratual, Medição e Fiscalização de serviços.
    • “Sarbanes – Oxley  Act – Sox”.
    • ACFE.
    • QMF.
    •  Relatórios de consistência – exemplos para diversas áreas  terceirizadas.
    •  “OMBUDSMAN”.
    • Código de ética.
    • Código de conduta concorrencial.
    • Comitê de diversidade.
    • Pesquisa de ambiência.
    • Febres corporativas.

 

  • Programa de Combate à Fraude
    • Técnicas modernas de implementação.
    • “Disque fraude” ou “help-desk”.
    • “Ethical line”.
    • Ouvidoria.
    • Sugestões práticas de implantação.
    • Inteligência empresarial: como funciona.

 

  • Detecção da Fraude, Identificação dos Autores e Administração do Problema
    • A arte da fraude.
    • Atitudes e comportamentos que constituem  indícios de fraudes.
    • Comissão de sindicância (Legislação pertinente).
    • Técnicas para reunir informações.
    • Seleção de informantes.
    • Técnicas para entrevistar suspeitos, depoentes e colaboradores.
    • A base legal  em entrevistas.
    • Testemunhas obstrutivas ou especialistas.
    • A figura do fraudador. Como funciona sua mente. Por que ele confessa.
    • Denunciação caluniosa – Riscos.
    • Padrões eficazes de prova.
       
  • Legislação
    • Novo Código Civil: Artigos  que não devem ser ignorados, tendo em vista a   questão  da  boa-fé, lesão, estado de perigo e  sigilo, além das garantias relativas às fases pré e pós-contratual, ou seja: proposta de preços,  assistência técnica e garantias;
    • Idem, Código de Defesa do Consumidor;
    • Risco do não-conhecimento de determinadas legislações pertinentes a cada tipo de contrato.
    • Como entender e implementar os acórdãos do TCU, de maneira a minimizar fraudes.
       
  • A Nova Lei Anticorrupção em vigor
    • Os objetivos principais:
      • Como cumprir as novas determinações
      • Base de cálculo de multas por atos de corrupção
      • Critério para confisco de bens
      • Suspensão de atividades
      • Que tipos de Organizações deverão cumprir a Lei
      • Acordos de leniência
      • Mecanismos de prevenção atenuam?
      • Canais de denúncia
      • A visão dos Órgãos externos de fiscalização, TCU e  CGU
      • Aspectos polêmicos da nova  Lei
      • Os conflitos com asleis de Improbidade, de |Licitações e de Defesa da
      • Concorrência
      • As similaridades com legislações Internacionais (EUA, Reino Unido)
      • Os limites da Lei para investigações internas
      • O monitoramento de ilegalidades na cadeia de fornecedores 
  • Casuísmos
  • Dúvidas do dia a dia apresentadas pelos participantes concomitantemente à exposição do assunto;

MATERIAIS DIDÁTICOS

Além dos materiais para acompanhamento do curso, os participantes receberão pen drive contendo:

  • Informações das não conformidades (indícios de fraudes) repetitivas e relevantes ocorridas em grandes organizações nos últimos anos nos diversos tipos de contratos .
  • Sugestões para implantação de um plano de combate à fraude em atividades terceirizadas.
  • Roteiro eficaz para conduzir uma reunião prévia com a contratada, de maneira a evitar desgastes, riscos e fraudes no andamento do contrato.
  • “Check-list” para acompanhar um contrato de 24 meses, de modo a aumentar a transparência e dificultar possibilidades de fraudes.
  • Informações importantes para melhoria dos controles, além das legislações imprescindíveis para a prática legal da terceirização.
  • Regras para identificar cooperativas fraudulentas.
  • Fraudes ocorridas em grandes empresas.
  • TCU – recomendações básicas sobre Licitações, Contratações, Fiscalização e Prestação de Contas de Obras Públicas para evitar fraudes.
  • Lei nº 12.446 (Anticorrupção).

INVESTIMENTO , PRAZO E PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES

10% DE DESCONTO PARA ORGANIZAÇÕES JÁ CLIENTES DO IDEMP.

Cursos em horário integral: incluídos materiais didáticos, certificado, e coffee-breaks (manhã e tarde). Almoço livre, ou seja, por conta do participante (valor não incluído na taxa de inscrição - o IDEMP sugerirá restaurantes próximos ao local do treinamento). 

Cursos em horário parcial: incluídos materiais didáticos, certificado e coffee-break (somente manhã).

Para efetuar a(s) inscrição(ões), acesse o formulário acima (botão INSCREVA-SE, acima). A forma de pagamento e informações administrativas complementares serão encaminhadas após o recebimento da(s) inscrição(ões), em documento no qual o IDEMP indicará o valor unitário por inscrição, destacando, quando for o caso, o desconto cliente acima especificado.

Se necessitar mais informações, fale conosco:

As inscrições deverão ser encaminhadas até o 8º dia que antecede a data de início do curso, preferencialmente. A confirmação do treinamento se dará no momento em que o número de inscrições viabilizar sua realização, ou, no máximo, até o 7º dia anterior ao seu início.

Após confirmada a realização, o IDEMP contactará os responsáveis pelas inscrições, formalizando a realização do treinamento. A responsabilidade de pagamento da inscrição somente se configurará após a confirmação do treinamento, por parte do IDEMP e a confirmação da presença do inscrito, por parte de sua instituição.

Para todos os efeitos, a responsabilidade do IDEMP pela realização do curso somente será estabelecida após a confirmação do curso, a qual se dará no momento em que o número de inscrições possibilite uma receita estimada que cubra os custos de realização do treinamento. 

Após a confirmação do curso, e mesmo antes que tal fato ocorra, é reservado ao IDEMP o direito de cancelar ou adiar sua realização, quando ocorrerem fatores externos que impeçam sua efetivação ou por comprovado impedimento do professor para o cumprimento da obrigação de ministrá-lo, sem que seja possível sua substituição por outro docente da equipe do IDEMP.


DADOS PARA A EMISSÃO DE DOCUMENTOS DE INSCRIÇÕES (Notas de Empenho, contrato e similares)

Para os cursos realizados na cidade do Rio de Janeiro

IDEMP - Instituto de Desenvolvimento Empresarial Ltda.
CNPJ: 00.278.452/0001-30; Inscrição Municipal: 01771434
Av. Nilo Peçanha, 50 - Grupo 2017 - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20020-100
(21) 2524-4266 / (21) 2220-4104 - contato@idemp-edu.com.br

Banco: 001/Banco do Brasil - Agência: 1251-3 - C/C: 105.536-4
Banco: 341/Banco Itaú - Agência: 3032 - C/C: 97.570-2
Banco: 104/Caixa Econômica Federal – Ag: 0231 - C/C: 2171-8 operação: 003
Banco: 237/Bradesco - Ag.: 0468-5 - C/C: 199975-3
Banco: 033/Santander - Ag.: 3452 - C/C: 13003555-0

Para os cursos realizados em Brasília - DF e demais localidades do país
IDEMP - Instituto de Desenvolvimento Empresarial Ltda.
CNPJ: 00.278.452/0002-10; CF/DF: 07.494.213/002-61
Centro Empresarial Brasília - SRTVS - Qd. 701 - Conjunto D - Bloco A - Sala 306 | Asa Sul | Brasília - DF | CEP 70340-907
(61) 3224-6813 / (61) 3224-0680 - unidadebsb@idemp-edu.com.br
Banco: 070/BRB - Agência: 022 Agência Rio de Janeiro - C/C: 005039-2

Opcional: 
Banco: 001/Banco do Brasil - Agência: 1251-3 Assembléia/Rio - C/C: 105.536-4

Informação importante: A verificação de regularidade fiscal deverá ser feita pelo CNPJ: 00.278.452/0001-30, conforme estabelece a Receita Federal: "A certidão da PJ será emitida em nome da matriz, sendo válida para todos os seus estabelecimentos. A verificação fiscal abrangerá a matriz e todas as suas filiais", conforme estabelece a Receita Federal.


ColorBox demo